Paulo Nenflidio, é natural de São Bernardo do Campo, SP, (1976). Vive e trabalha em São Paulo, SP. Formado em Artes Plásticas pela ECA – USP e em eletrônica pela ETE Lauro Gomes. Artista visual, trabalha na intersecção entre arte, ciência e tecnologia. Suas obras são esculturas, instalações, objetos, instrumentos e desenhos. Som, eletrônica, movimento, construção, invenção, aleatoriedade, física, controle, automação e gambiarra são presentes na sua obra. Seus trabalhos se parecem com bichos, instrumentos musicais ou com máquinas de ficção científica.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2021   Universo Invisível – MAC USP – São Paulo

2019   Invenções Híbridas – Caixa Cultural São Paulo – São Paulo

2019   Teia n2 – SESC São José dos Campos – SP

2019   Neurocórdio – Centro Cultural Oi Futuro Flamengo – RJ

2018   Pesos e Medidas – Galeria Baró – SP

2017   4,33 metros – Galeria Baró – SP

2014   “Escuta” Galeria A Gentil Carioca – RJ

2014   “Horizonte Eólico” – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo

2010   “Novos Inventos” Galeria A Gentil Carioca – RJ

2009   “Gambiarras” ASU Museum Tempe AZ EUA

2008   “Aranhas” Galpão Fortes Vilaça São Paulo SP

2008  “Monocórdio Infinito” Museu de Arte Contemporânea Niterói RJ

2007   “Autômatos Monocromáticos” Galeria A Gentil Carioca Rio de Janeiro RJ

2006   “Protótipos” Galeria Fortes Vilaça São Paulo SP

2005   “Engenhocas sonoras” Galeria A Gentil Carioca Rio de Janeiro RJ

2005   “Lugares Sonoros (Teclado Decafônico Concreto)” Centro Cultural São Paulo SP

 

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2021   Entre Bordas – Sons que Escapam – Sesc Santo André

2021   Exposição Lei Aldir Blanc – Pinacoteca de São Bernardo do Campo

2020   Entre Bordas – Sons que escapam – Sesc Santo André

2019   Maquinações – Sesc Piracicaba

2018   Maquinações – Sesc Palladium – Belo Horizonte

2018   Maquinações – Sesc Carmo – São Paulo

2018   Maquinações – Oi Futuro – Rio de Janeiro

2018    O Tempo das Coisas – Pinacoteca Rubem Berta – Porto Alegre

2018   Esculturas para Ouvir – MuBE – São Paulo

2017  Bestiário – Centro Cultural São Paulo – SP

2017  Bienal Internacional de Arte Contemporânea da América do Sul – Museu de Arte Tigre – Argentina

2017   Monumental – Marina da Glória – Rio de Janeiro – RJ

2016   Gambiarra Sonora – Hellerau, Dresden – Alemanha

2016   Os muitos e o um: arte contemporânea brasileira – Instituto Tomie Ohtake – SP

2016   Jogos do Sul – Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica – RJ

2015  Invento: As Revoluções que nos inventaram – OCA – Ibirapuera SP

2014  Diálogos com Palatnik – Museu de Arte Moderna de São Paulo

2014  10 anos do Prêmio Aquisição do CCSP – SP

2014   Gambiólogos 2.0 – OI Futuro – Belo Horizonte- MG

2013   Reinventando o Mundo – Museu Vale – ES

2013   Itinerância Prêmio CNI SESI Marcantonio Vilaça Artes Plásticas 2011/12 – Brasil

2012   Itinerância Prêmio CNI SESI Marcantonio Vilaça Artes Plásticas 2011/12 – Brasil

2012   64º Salão Paranaense – MAC Curitiba – PR

2012   Instante: experiência/acontecimento em arte e tecnologia – SESC Pinheiros e SESC Santo André – SP

2011   “Assim é, se lhe parece” Paço das Artes – São Paulo – SP

2011   “Mapas Invisíveis” Caixa Cultural Vitrine da Paulista – São Paulo – SP

2011   “Instante” Sesc Campinas – Campinas – SP

2011   “Nova Escultura Brasileira” – Caixa Cultural – Rio de Janeiro – RJ

2010  Paralela 2010 “A Contemplação do Mundo” – Liceu de Artes e Ofícios – São Paulo -SP

2010  Arquivo Geral 2010 – Centro de Arte Hélio Oiticica – Rio de Janeiro – RJ

2010    “Os Gambiólogos” – Espaço Centoequatro, Belo Horizonte – MG

2010    “Instalações Sonoras” – SESC Santana – São Paulo SP

2010    “Connect” presents “A Gentil Carioca” – IFA Gallery Stuttgart – Stuttgart – Alemanha

2009   “O Lugar Dissonante” – 47° Salão de Artes Plásticas de Pernambuco – Torre Malakoff – Recife – PE

2009  “7º Bienal do Mercosul” – Porto Alegre – RS

2008  “Coletiva” Galeria A Gentil Carioca Rio de Janeiro RJ

2008   “Contraditório – Panorama da Arte Brasileira” Alcalá 31 Madrid Espanha

2008   “Arte e Música” Caixa Cultural Rio de Janeiro RJ

2008   “Faq2 – Sincretismo dos Sentidos” Sesc Ipiranga São Paulo SP

2008  “Poética da Percepção” Museu de Arte Moderna Rio de Janeiro RJ e Museu Oscar Niemeyer Curitiba PR

2008   “Os Trópicos” Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro RJ e Martin Gropius Bau Berlim Alemanha

2007   “Invenções Sonoras” Sesc Consolação São Paulo SP.

2007  “Novas Aquisições da Coleção Gilberto Chateaubriand” Museu de Arte Moderna Rio de Janeiro RJ

2007   “Os Trópicos” Centro Cultural Banco do Brasil Brasília DF

2007  “Contraditório – Panorama da Arte Brasileira” Museu de Arte Moderna de São Paulo SP

2007  “Objetos Sonoros” Sesc Pompéia São Paulo SP

2007   “Poética da Percepção” Espaço Cultural Vivo São Paulo SP

2006  “Itinerância Rumos Artes Visuais – Paradoxos Brasil” Instituto Itaú Cultural São Paulo SP, Paço Imperial Rio de Janeiro RJ e Casa das 11 Janelas Belém PA

2006  “34° Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto” Santo André SP

2006   “O que eu faço é rádio” Museu de Arte Contemporânea de Niterói RJ

2006   “Geração da Virada” Instituto Tomie Ohtake São Paulo SP

2005   “Programa Anual de Exposições” Centro Cultural São Paulo SP

2005  “5° Prêmio Sérgio Motta de Arte e Tecnologia” Paço da Artes São Paulo SP

2005   “Paisagens Plásticas e Sonoras” SESC Pinheiros São Paulo SP

2004  “Salão Nacional de Artes Plásticas de Belo Horizonte” Museu de Arte da Pampulha Belo Horizonte MG

2004   “Abre Alas” Galeria A Gentil Carioca Rio de Janeiro RJ

2004   “Vol.” Galeria Vermelho São Paulo SP

2003   “3° Salão Nacional de Arte de Goiás” Goiânia Go

2003   “Manifestação Internacional de Performance” Belo Horizonte MG

2003   “Modos-de-usar” Galeria Vermelho São Paulo SP

 

RESIDÊNCIAS E PRÊMIOS

2020   Proac Lei Aldir Blanc Estadual – Prêmio por histórico de realização em artes visuais;

2020    Proac Lei Aldir Blanc Municipal – Prêmio projetos inéditos culturais em artes visuais;

2020   Prêmio Arte como Respiro – Itaú Cultural;

2015   PROAC – Edital de Livro de Artista – SP

2013   Prêmio 6° Edição Funarte Marcantonio Vilaça – Brasil

2012   Prêmio Aquisição no 64º Salão Paranaense – MAC Curitiba – PR

2011   Prêmio CNI SESI Marcantonio Vilaça Artes Plásticas 2011/12 – Brasil

2011   Prêmio IBRAM Art Rio 2011 

2009   Residência artística no ASU Musem – Tempe – Arizona – EUA

2006   Prêmio aquisição “34° Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto” Santo André SP

2005   Prêmio Aquisição “Programa Anual de Exposições” Centro Cultural São Paulo SP

2004   Premiado com trabalho realizado “5° Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia” São Paulo SP

2003  “Bolsa Pampulha” Museu de Arte da Pampulha Belo Horizonte MG

 

OBRAS EM ACERVO PÚBLICO

– Coleção de Arte da Cidade – CCSP – Lugares Sonoros (Teclado Decafônico Concreto) (instalação sonora) (2005);

– Pinacoteca de Santo André – Projeto do Gerador de Música e Projeto do Rotoarco (desenhos) (2006);

– Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro – Totem n1 (escultura sonora) (2007);

– Palácio das Artes – Belo Horizonte – Totem n2 (escultura sonora) (2007);

– Museu de Arte Moderna do RJ – Telembau Gunga (escultura sonora) (2007);

– Museu de Arte Moderna de SP – Retrocórdio (escultura sonora) (2008);

– Centro de Arte Contemporânea de Inhotim – Teclado Sísmico (escultura sonora) (2008);

– Museu de Arte da Universidade do Arizona – Alien Chess (escultura sonora) (2009), Monocórdio Infinito n2 (escultura sonora) 2009, Telembau Telegráfico (escultura sonora) (2006);

– Pinacoteca do Estado de SP – Polvo (escultura sonora) (2010);

– MAC Paraná – Teia (instalação sonora) 2008/2012;

– MAC USP Ibirapuera – São Paulo – Horizonte Eólico (2014);

– Museu da Energia – São Paulo – Livros das Águas (2018);

– Pinacoteca do Estado – Livro das Águas (2021);

– Pinacoteca de São Bernardo do Campo – Instrumentos para medir o Horizonte (2020);

– Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – Experimento de Suspensão n1 (2020);

portfólio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.