A exposição Ressonâncias parte da pesquisa realizada pelo artista André Hauck sobre os processos experimentais
empregados pelas vanguardas dos anos 50 e 60 no campo do vídeo e do som. A intenção é explorar os aspectos
conceituais, formais e pictóricos das imagens técnicas, desenvolvidos no passado, a partir da desprogramação e
síntese de dispositivos de geração de áudio e vídeo. Serão expostos três vídeos, um sistema de loop de fita
magnética e pinturas.